Radio Streams
SA Radio
24/7 Radio Stream
VCY America
24/7 Radio Stream
110

CODE #

My Favorite Things
Home
NewsroomALL
Events | Notices | Blogs
Newest Audio | Video | Clips
Broadcasters
Church Finder
Live Webcasts
Sermons by Bible
Sermons by Category
Sermons by Topic
Sermons by Speaker
Sermons by Language
Sermons by Date
Staff Picks
CommentsALL -34 sec
Top Sermons
Online Bible
Hymnal
Daily Reading
Our Services
Broadcaster Dashboard
Members Only

Igreja Batista Redenção
Pastores da IBR  |  São Paulo, Brazil
67°F
Contact Info | Edit
•  Email  |  Web
www.igrejaredencao.org.br
•  Twitter
•  Facebook
ADDRESS
Igreja Batista Redenção
Av. Gen. Ataliba Leonel, 3780
São Paulo - SP
02242-002
Brasil
Podcast + Codes
•  Apple iTunes | Video
SERMONS EMBED | Info
Mobile Apps | Info
•  ROKU TV
•  Apple TV
•  Chromecast
Enjoy sermons from this broadcaster
on a variety of mobile devices.
MyChurch: igrejaredencao | Set
MyChurch Code#: 63668
      Basic Information      


Introduction
A Igreja Batista Redenção (IBR) foi organizada pela Primeira Igreja Batista de São Paulo no dia 2 de março de 1941, às 16h. Somos, assim, uma das igrejas batistas mais antigas do Estado de São Paulo. A própria Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP) já expediu um certificado reconhecndo nossa importância histórica.

A princípio, nosso nome era Igreja Batista de Parada Inglesa e estávamos situados na Rua Piagui, 2, numa propriedade doada pela Primeira Igreja Batista de São Paulo. Somente em 23 de janeiro de 1972 foi feita a alteração para o nome que ainda mantemos hoje. A mudança para o endereço atual ocorreu em 28 de fevereiro de 1972.

Pastores

Ao longo de sua história, a Redenção foi liderada pelos seguintes pastores: Manoel Tertuliano Cerqueira, Lauro Bretones, Carlos Ukstin, Pedro Gomes Bonfim, Eliezer Pereira de Barros, Adrião Bernardes (por duas vezes), Arlindo Rodrigues de Oliveira, Paulo Nogueira Coelho, Josias Soares Ribeiro e Agostinho Soler. O pastor atual, Marcos Granconato, chegou em 25 de janeiro de 1997 para substituir o pastor Agostinho Soler, o qual aceitou o convite para estar à frente de uma igreja em Campinas.

O começo

A Igreja Batista Redenção começou com 28 membros e com apenas doze dias de vida realizou seu primeiro batismo. O novo membro se chamava Sarrentino Amargoso. A partir de então, vem alcançando inúmeras vidas com o evangelho de Cristo, seja pelo testemunho pessoal de seus membros, seja pelo auxílio e envio de obreiros a campos missionários ou ainda pela abertura de novas igrejas. Aliás, ao longo das décadas, nossa igreja organizou a Igreja Batista em Vila Munhoz, denominada hoje Igreja Batista Betânea, e a Igreja Batista em Vila Medeiros. Atualmente, mantém uma congregação em Atibaia e Bragança Paulista, SP e está elaborando projetos missionários que visam a atingir o continente africano.

Traços Distintivos

1. A linha doutrinária

A IBR não é uma igreja pentecostal nem neopentecostal. Antes, mantém a linha doutrinária das denominações históricas, crendo ser essa a que mais se harmoniza com o ensino bíblico (Veja-se o ítem "Declaração de Fé"). Por isso, os membros da nossa igreja não praticam o que é chamado de “dom de línguas”, nem proferem profecias ou seguem supostas revelações dadas a este ou aquele indivíduo. Também não enfatizamos curas ou milagres. Aliás, orientamos os crentes que nos procuram e que são simpatizantes dessas tendências a que se filiem a uma igreja pentecostal, evitando assim a criação de conflitos.

2. A forma de batismo

Em nossa igreja o batismo é feito pela imersão total do crente na água. Esse batismo é ministrado somente a adultos ou, eventualmente, a crianças que já entenderam e aceitaram o evangelho. Praticamos a imersão porque essa era a forma de batismo usada no NT e na igreja primitiva (Mt 3.16; Jo 3.23; At 8.36-39), o que é reconhecido, inclusive, por teólogos e historiadores presbiterianos, ou seja, que defendem o batismo por aspersão. Adotamos também a imersão porque cremos que esse método, aplicado exclusivamente a adultos crentes, atinge plenamente os quatro objetivos do batismo que são:

1. A profissão pública de fé (objetivo principal) – 1Pedro 3.21.

2. A identificação do batizando com os demais discípulos de Jesus – Mateus 28.19.

3. A representação da lavagem espiritual – Atos 22.16 (cf. 1Co 6.11).

4. A representação da morte do crente para o mundo e de sua ressurreição para uma nova vida – Romanos 6.4; Colossenses 2.12.

Deve ficar claro, contudo, que não desprezamos quem foi batizado por aspersão, nem dizemos que esse batismo não teve valor algum. Isso porque acreditamos que os irmãos que se batizaram assim, se o fizeram quando adultos, realizaram o objetivo principal dessa ordenança que é a profissão pública de fé. Por isso, reconhecemos a real importância que tal batismo teve na vida de quem a ele se submeteu consciente e sinceramente.

Por outro lado, conforme demonstrado acima, cremos e ensinamos que o batismo, além de ser um testemunho público, é também um ato em que a realidade da morte e sepultamento do crente para o mundo, bem como sua ressurreição para uma nova vida em Cristo devem ser dramatizados de forma viva por meio da imersão. Cremos que a aspersão, ainda que resguarde o objetivo principal que é o testemunho público, não resguarda o alvo de dramatizar a morte e ressurreição que ocorreram na vida do crente. Por esse motivo, os que querem ser membros da nossa igreja são submetidos a novo batismo, de forma a proclamarem novamente sua fé, fazendo-o desta vez de maneira que preserve também o ideal do símbolo.

Também deve ficar claro que não negamos a Ceia do Senhor aos batizados por aspersão. Aliás, em nossa igreja a ceia é aberta a todos os crentes, independentemente de sua filiação denominacional. Não vemos nenhum amparo bíblico para a visão restritiva.

3. A disciplina eclesiástica

Nossa igreja pratica a disciplina eclesiástica nos moldes ensinados por Jesus em Mateus 18.15-17. Assim, só excluímos alguém da nossa comunhão quando, após um período de busca intensa e admoestação, o membro em pecado permanece sem se arrepender. A única exceção ocorre quando se trata de obstinação na prática de um pecado de grande impacto social e conhecimento público. Nesses casos, adotamos o modelo ensinado por Paulo em 1Coríntios 5.1-5, ocorrendo, então, a exclusão imediata. O membro em disciplina é, em todo caso, afastado do convívio e da amizade dos irmãos da igreja (Mt 18.17; 1Co 5.9-11) e essa medida só é suspensa quando acontece o arrependimento esperado (2Co 2.5-11).

4. O casamento, o divórcio e o recasamento

Em nossa igreja só realizamos casamentos de pessoas solteiras ou viúvas. Ainda assim esses casamentos só são feitos se as duas partes forem crentes, pois o casamento ente crente e incrédulo não é admitido nas páginas da Escritura (1Co 7.39; 2Co 6.14-15). Casais que convivem sem ser casados não são recebidos em nosso rol de membros, uma vez que o único contexto admitido por Deus para a convivência entre um homem e uma mulher é o casamento (Hb 13.4). Aliás, o próprio Senhor Jesus apontou a diferença entre cônjuge e convivente (Jo 4.16-18).

Nossa igreja só admite o divórcio em casos de relação sexual ilícita (Mt 5.31-32) e no caso em que o cônjuge incrédulo pretende se separar (1Co 7.12-15). O recasamento, ou seja, o casamento de pessoas divorciadas cujo ex-consorte ainda está em vida não é aprovado, pois cremos que o vínculo matrimonial só se dissolve com a morte de um dos cônjuges (Mc 10.11-12; Lc 16.18; Rm 7.1-3; 1Co 7.10-11,39). Por outro lado, casais que chegam nessas condições em nossa igreja são aceitos, sendo, porém, impedidos de realizar funções de liderança espiritual (1Tm 3.2,12).

5. A liderança

Na IBR não há apóstolos nem profetas, pois estes pertenceram unicamente ao período formativo da igreja (Ef 2.20; Ap 2.2). Pastoras e diaconisas também não compõem o nosso quadro de liderança já que no Novo Testamento somos ensinados que a direção espiritual da igreja deve ser exclusivamente masculina (1Tm 2.11-14). Assim, nossa liderança é composta somente por pastores e diáconos (Fp 1.1) e só podem ocupar essas funções aqueles que preenchem os requisitos de 1Timóteo 3.1-12 e Tito 1.5-9.

6. O sustento financeiro

O sustento financeiro de nossa igreja provém exclusivamente dos dízimos e ofertas voluntárias dos crentes. Essas ofertas são dadas livremente, sem qualquer tipo de constrangimento (2Co 9.7). Não aceitamos recursos procedentes de nenhuma esfera estatal (Mt 22.21) e também recusamos ofertas financeiras de pessoas que não sejam crentes em Cristo (Pv 21.27). Evidentemente, como igreja bíblica, não fazemos comércio de curas, bênçãos ou coisas semelhantes (Mt 10.8).

Service Times
Domingo - 9:30 Culto/EBD; 11:00 Classe novos membros; 18:00 Culto; Quarta-feira - 19:30 Culto de oração; Sábado - 10:00 Crianças/19:00 Jovens e adolescentes
Speakers
Granconato, Marcos • 725 sermons | new!
Ramos, Pr. Nickolas • 68 sermons
Group Batistas Particulares
Attendance
Attendance 100-250
Bible Version NIV
Type Church | School
Total Sermons 1,066
Live Webcast Live H.264 Video + Mobile + TV
Member Since February 2013
      Contact Information      


SA Website
www.sermonaudio.com/igrejaredencao

Code ID
63668

Solo Site
www.sermonaudio.com/solo/igrejaredencao
Website www.igrejaredencao.org.br
Twitter twitter.com/Igreja_Redencao
Facebook facebook.com/219106448168117
Contact
Country Brazil
Address
Google Map!
Igreja Batista Redenção
Av. Gen. Ataliba Leonel, 3780
São Paulo - SP
02242-002
Brasil
      Reflexões diárias | view more      


6/12/2014
Reflexão de 13 de junho
13 de junho Leitura do dia (para ler a Bíblia inteira em 1 ano): Marcos 1.1-20; 2Samuel 2.1–3.1; Daniel 1 Reflexão do dia: Provérbios 16.1 “Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a r..

6/12/2014
Reflexão de 12 de junho
12 de junho Leitura do dia (para ler a Bíblia inteira em 1 ano): Romanos 16; 2Samuel 1; Salmos 72 Reflexão do dia: Provérbios 15.33 “O temor do Senhor ensina a sabedoria, e a humildade antecede a honra” (Pv 15.33 NVI)..

6/13/2014
Reflexão de 14 de junho

6/15/2014
Reflexão de 15 de junho

6/16/2014
Reflexão de 17 de junho

6/16/2014
Reflexão de 16 de junho
More Reflexões diárias..



Ken Wimer
An Impenitent Heart

Book of Isaiah
Sunday Service
Shreveport Grace Church
Play! | MP3 | RSS

The Word of Want
Bill Parker

Tech Talk Zoom // Episode 06

Brian Gerber
The Fiery Furnace: Never..

Stories of Great Christians
Bethel Christian Church
Play! | MP3

Mark S. Wisniewski
¿Por Qué Tanta Sangre?

Éxodo 2020 - Spanish
Iglesia Nueva Obra en...
Play! | MP3

Sponsor:
Reboot Your Outreach Ministry Safely

Free Web­inar with Thom Rainer & Church Answ­ers on Outr­each During an Outbr­eak
https://churchanswers.com/w..

Sponsor:
Leading a Post-COVID Church

Free eBook by Thom Rainer - A Past­or's Guide to Min­istry Chall­enges & Opp­ort­un­it­ies
https://churchanswers.com/l..

Sermon: What's Wrong w/ Equality Act
Kevin Swanson




SA UPDATES NEWSLETTER Sign up for a weekly dose of personal thoughts along with interesting content updates. Sign Up
FOLLOW US


Gospel of John
Cities | Local | Personal

MOBILE
iPhone + iPad
ChurchOne App
Watch
Android
ChurchOne App
Fire Tablet
Wear
Chromecast TV
Apple TV
Android TV
ROKU TV
Amazon Fire TV
Amazon Echo
Kindle Reader


HELP
Knowledgebase
Broadcasters
Listeners
Q&A
Uploading Sermons
Uploading Videos
Webcasting
2-MINUTE TIPS

NEWS
Weekly Newsletter
Unsubscribe
Staff Picks | RSS
SA Newsroom
SERVICES
Dashboard | Info
Cross Publish
Audio | Video | Stats
Sermon Player | Video
Church Finder | Info
Mobile & Apps
Webcast | Multicast New!
Solo Sites
Internationalization
Listen Line
Events | Notices
Transcription
Billboards | Biz Cards
Favorites | QR Codes
Online Donations
24x7 Radio Stream
INTEGRATION
Embed Codes
Twitter
Facebook
Logos | e-Sword | BLB
JSON API

BATCH
Upload via RSS
Upload via FTP
Upload via Dropbox

SUPPORT
Advertising | Local Ads
Support Us
Stories
ABOUT US
The largest and most trusted library of audio sermons from conservative churches and ministries worldwide.

Our Services | Articles of Faith
Broadcast With Us
Earn SA COINS!
Privacy Policy

TECH TALK
Tech Talk Zoom // Episode 06
Copyright © 2021 SermonAudio.