Radio Streams
SA Radio
24/7 Radio Stream
VCY America
24/7 Radio Stream
 
SITE NOTICE | MORE..
Self-Storage Special Offer. We've worked out a trade arrangement with self-storage chains with multiple locations in the Southeast USA that brings to our SA broadcasters and listeners a SPECIAL OFFER. .. click for more info!
 

CODE #

My Favorite Things
Home
NewsSITE
Events | Notices | Blogs
Newest Audio | Video | Clips
Broadcasters
Church Finder
Webcast LIVE NOW!
Sermons by Bible
Sermons by Category
Sermons by Topic
Sermons by Speaker
Sermons by Language
Sermons by Date
Staff Picks
CommentsALL -12 sec
Top Sermons
Online Bible
Hymnal
Daily Reading
Our Services
Broadcaster Dashboard
Members Only

Pastores da IBR | SĂŁo Paulo, Brazil
Contact Info | Edit
•  Email  |  Web
www.igrejaredencao.org.br
•  Twitter
•  Facebook
ADDRESS
Igreja Batista Redenção
Av. Gen. Ataliba Leonel, 3780
SĂŁo Paulo - SP
02242-002
Brasil
Podcast + Codes
•  Apple iTunes | Video
SERMONS EMBED | Info
Mobile Apps | Info
•  ROKU TV
•  Apple TV
•  Chromecast
Enjoy sermons from this broadcaster
on a variety of mobile devices.
MyChurch: igrejaredencao | Set
MyChurch Code#: 63668
Our Blog
Older
Newer
Blog
Post+
Search
  
Filter By

Salmo 113 - Deus acima dos CĂ©us e sobre a Terra
SATURDAY, MAY 23, 2020
Posted by: Igreja Batista Redenção | more..
120+ views

Li uma história muito interessante. Havia uma pequena instituição religiosa de ensino que estava atravessando problemas financeiros. Certo dia, um visitante veio até o campus e perguntou a um pintor, um senhor grisalho que estava atarefado com a pintura de uma parede, onde poderia encontrar o presidente da instituição. O pintor apontou uma casa e informou que o presidente estaria ali mais tarde. Quando o visitante bateu na porta da casa na hora indicada, foi atendido justamente por aquele senhor, o pintor, agora trajado adequadamente como presidente do estabelecimento de ensino. Então o visitante, certamente tocado pela humildade daquele homem que, não se importando com sua posição, não teve vergonha de vestir roupas de trabalho simples e fazer o que era preciso como um servo humilde, fez uma contribuição de 50 mil dólares à instituição.

Minha primeira lembrança ao ler a história acima relatada foi o texto de Paulo sobre a atitude de Jesus: “Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz” (Fp 2.5-8). Nesse mesmo sentido, o Salmo 113 apresenta um Deus que, mesmo que esteja acima de tudo que existe, demonstra os traços de “humildade e mansidão” vistos em Jesus (Mt 11.29) na busca de homens que, comparados a ele, nenhum valor possuem. É o Deus transcendente que se faz imanente por amor de criaturas indignas dele. Pensando nisso, o salmista apresenta os dois lados da moeda contrastando-os por um tipo de dobradiça (v.6) que evidencia, de modo maravilhoso, todos as formas das qualidades do nosso Deus. A primeira seção apresenta o Senhor como um Deus glorioso acima dos céus, enquanto a segunda, como um Deus humilde e amoroso sobre a Terra, no âmbito da existência humana.

A primeira marca do Deus acima dos céus é que ele é digno de todo louvor (vv.1-3). Esse salmo, como seus antecessores, inicia com o chamado público à exaltação do Senhor, porém, de modo mais enfático por meio do chamado específico aos “servos do Senhor” (v.1): “Exaltai ao Senhor! Exaltai, ó servos do Senhor! Exaltai o nome do Senhor!” O “nome do Senhor” é uma figura de linguagem que serve para indicá-lo como todo, mas que também aponta para sua fama e para seus feitos, de modo que os três primeiros versículos do salmo fazem menção do seu nome (v.2): “Seja bendito o nome do Senhor, agora e para sempre!”. Se o louvor a Deus se estende pelos séculos, também se estende por toda a face da Terra (v.3): “Desde o levante do Sol até o seu poente, digno de louvor é o nome do Senhor”. “Levante do Sol até seu poente” é o mesmo que dizer “do Oriente ao Ocidente”, uma expressão que visa a apontar para o mundo inteiro.

A segunda marca do Deus acima dos céus é que ele é supremo sobre tudo (v.4): “O Senhor é exaltado acima de todas as nações e sua glória acima dos céus”. Toda a criação, seja na Terra, seja nos céus, estão abaixo do Senhor. A ideia não é exatamente de localização, mas de valor, dignidade e poder. Ainda que Deus esteja em toda parte, ele não pode ser contido pela Terra e pelos céus e não pode ser detido por ninguém, sejam homens, animais, nações ou anjos. Ele está acima de todos eles.

A terceira marca do Deus acima dos céus é que ele é plenamente incomparável (v.5): “Quem é como o Senhor, nosso Deus, que está assentado nas alturas?”. Essa é uma pergunta retórica. O autor não está pesquisando um candidato que compartilhe dos mesmos atributos e da mesma dignidade de Deus, que possa ser colocado lado a lado com o Senhor. Na verdade, essa é uma pergunta que torna completamente ridícula essa busca. Ela quer dizer: Ninguém é como o Senhor, nosso Deus, e ninguém, como ele, fez seu trono elevado, acima de tudo e de todos.

Não há dúvidas de que o salmista tem uma elevada visão de Deus e de que o Senhor faz jus a toda essa revelação e reverência. Contudo, diante do quadro supremo apresentado até aqui, o texto dá uma virada surpreendente ao pintar o Deus transcendente e glorioso se voltando com interesse para a criação. Como se fosse uma dobradiça no texto, que tira nossos olhos das alturas e os traz de volta à Terra, as palavras do salmista são (v.6): “Ele se abaixa para ver [o que acontece] nos céus e na Terra”. Essa afirmação é a continuação do versículo anterior que vinha descrevendo a grandeza e supremacia de Deus. Ao continuar a descrição, o salmista produz a visão de que Deus, do seu alto trono, se volta para sua criação a fim de socorrer o necessitado (cf. vv.7-9). O verbo traduzido no v.6 por “se abaixar” também tem o sentido de “se humilhar” – o que nos lembra, novamente, a disposição de Cristo na busca do perdido (Fp 2.5-8). Ele mostra que Deus, mesmo sem precisar de nós, vem nos auxiliar em nossas necessidades, na inferioridade da nossa condição – a ação do Deus sobre a Terra –, demonstrando humildade e um amor incomparável.

Nesse sentido, a primeira ação do Deus sobre a Terra é se importar com os homens (v.7). Normalmente, os homens poderosos ignoram os mais fracos. A diferença entre eles cega os olhos dos grandes em relação aos fracos e aflitos. Mas com Deus isso é bem diferente. Ele não apenas olha para os pequenos dentre os homens como se importa com a condição em que eles vivem. Para demonstrar isso, o salmista toma como exemplo os homens mais sofridos, pobres no meio do povo e aflitos que se assentam em monturos de detritos (v.7): “Ele é quem levanta o pobre do pó e que retira o desamparado do monte de lixo”. Pessoas assim são conhecidas em nossa sociedade como indigentes – chamá-los assim parece exercer um efeito que os diminui como seres humanos e reduz a responsabilidade dos grandes de socorrê-los. Porém, Deus não apenas se importa com eles como age em seu favor.

A segunda ação do Deus sobre a Terra é exaltar o humilde (v.8). Esse texto é a continuação e a consequência do anterior. Se primeiro Deus levanta os abatidos de sua condição desfavorável, ele também os exalta e os iguala aos principais dentre os homens (v.8): “A fim de fazê-lo sentar com os nobres, com os nobres do seu povo”. É claro que, ao lermos um texto assim, surge-nos a pergunta: “Então, por que ainda há desigualdade social?”. Ela existe porque os homens ainda são pecadores e ainda mantêm sua cobiça e ganância a todo custo. Entretanto, Deus age no sentido de exaltar o humilde tanto ensinando seus valores ao seu povo, por meio da sua Palavra, como fazendo promessas de um futuro de restauração para aqueles que creem, cuja realidade será de igualdade e de plena felicidade e abastança.

Finalmente, a terceira ação do Deus sobre a Terra é satisfazer o incapaz (v.9). Ainda que muito do que Deus tem preparado para o seu povo só será vivenciado no futuro, no presente ele dá demonstrações de amor ao produzir muitas coisas que para nós seriam improváveis e até impossíveis. Como exemplo disso, o salmista cita uma mulher estéril, cuja condição, no mundo antigo, era de humilhação e tristeza. Muitas dessas mulheres, conforme as Escrituras, tiveram sua condição alterada por Deus e passaram a se sentir valorizadas e plenamente realizadas (v.9): “Ele é quem faz com que a mulher estéril da casa se sente alegremente com os filhos. Exaltai ao Senhor!”.

É maravilhoso olhar para a glória do Senhor, sua capacidade criativa, o poder que tem para fazer tudo que quiser e a incapacidade que qualquer criatura tem de deter seus desígnios. Nenhum “falso deus” da antiguidade transmitia um quadro de glória e majestade como nosso Deus – o Senhor acima de todos os senhores, o Deus que é completo, o Rei de todo universo. Porém, o que parecia não poder melhorar assume uma coloração ainda mais vívida quando esse Deus supremo e poderoso olha com amor para nós, seres pecadores, fracos e indignos. E mais: além de olhar para nós, assume uma posição humilde na qual o Filho, o Senhor Jesus Cristo, deixando seu trono na glória, assume humildemente a forma humana na encarnação e se torna obediente, um servo, a fim de entregar sua própria vida por nós. É muito mais que a imagem de um rei descendo de uma carruagem de ouro para tomar no colo e lavar a feridas de um mendigo sujo e malcheiroso. É muito mais! É a visão do Deus eterno se curvando para nos elevar, visão essa que deve nos encurvar diante do seu trono e definitivamente elevar e exaltar seu nome acima de todo nome!

Pr. Thomas Tronco

Category:  Reflexões diárias

post new | clone this | rss feed | blog top »
Text feature this blog entry
Our Blog
Older
Newer
Top



Brett Johnson
How to Witness to JW

J W Doctrines Exposed
Special Meeting
Discover The Word With Dr Jim
Play! | MP4 | RSS

Behold Your King!
Dr. Peter Masters

Hourly: The City that is to Come
Bob Vincent
Sermons by Bob and Others
Staff Picks..

Dr. Derek W. H. Thomas
The Free Exercise of..

Locked Up with Nowhere to Go
First Presbyterian Church
Transcript!Play! | MP3

Mark S. Wisniewski
Buscadme Y Viviréis

AmĂłs - Spanish
Iglesia Nueva Obra en...
Play! | MP3

Sermon:
Peace in the Pandemic
Drew McKeown

SPONSOR | 4,200+

SPONSOR




SA UPDATES NEWSLETTER Sign up for a weekly dose of personal thoughts along with interesting content updates. Sign Up
FOLLOW US


Gospel of John
Cities | Local | Personal

MOBILE
iPhone + iPad
MyChurch App New!
Watch
Android
MyChurch App New!
Fire Tablet
Wear
Chromecast TV
Apple TV
Android TV
ROKU TV
Amazon Fire TV
Amazon Echo
Kindle Reader


HELP
Knowledgebase
Broadcasters
Listeners
Q&A
Uploading Sermons
Uploading Videos
Webcasting
2-MINUTE TIPS

NEWS
Subscribe | Unsubscribe
Staff Picks Feed
SA Newsroom New!
News
SERVICES
Dashboard | Info
Cross Publish
Audio | Video | Podcast
Sermon Player | Video
Church Finder | Info
Mobile & Apps
Live Webcasting
Solo Sites
Internationalization
Listen Line
Events | Notices New!
Transcription | PowerClips
Billboards | Biz Cards
Favorites | QR Codes
Online Donations
24x7 Radio Stream
INTEGRATION
Embed Codes
Twitter
Facebook
Logos | e-Sword | BLB
JSON API

BATCH
Upload via RSS
Upload via FTP
Upload via Dropbox

SUPPORT
Advertising | Local Ads
Support Us
Stories
ABOUT US
The largest and most trusted library of audio sermons from conservative churches and ministries worldwide.

Our Services | Articles of Faith
Broadcast With Us
Earn SA COINS! New!
Privacy Policy
Copyright © 2020 SermonAudio.